terça-feira, 4 de setembro de 2012

"CAVALEIRO REAGIU AO APEDREJAMENTO!"

Marcelo Mendes, cavaleiro tauromáquico, admitiu ao CM, ter investido contra um manifestante que no domingo protestava contra a realização de uma corrida de touros na praia da Torreira, Murtosa (Aveiro). O objectivo, explicou, era imobilizar o manifestante e entregá-lo às autoridades. Qual deles teria razão, o Cavaleiro ou apedrejador-manifestante? Se na casa onde não há pão, em que todos ralham sem explicação! Num país democrático todos têm o direito de se manifestar, pacificamente, contra o que entendem para eles estar errado. É certo que espicaçam os touros, e eles sofrem. Será que a alimentação dos humanos à base de carne não causa dor e sofrimento aos animais quando os matam?

6 comentários:

  1. Sou dos que comem carne de vaca ou de boi, neste caso o sexo do animal é irrelevante, mas matar um animal no matadouro, que é «tiro e queda» e espicaçar o animal deixá-lo horas com febre, á espera de levar o tiro de misericórdia para divertir alguns, preferia nunca comer bife, ao saber que aquele provinha deste sofrimento.
    Sobre o caso em concreto não me manifesto por desconhecimento de como o caso se passou.
    Um abraço
    Virgilio

    ResponderEliminar
  2. Atitudes inconcebíveis que explanarei em blogue.

    ResponderEliminar
  3. Qualquer pessoa tem direito a manifestar-se contra o que entende que está errado, mas é preciso que haja o bom-senso de saber manifestar-se sem recorrer à violência!
    A diferença de um boi de toureio, ou um boi de abate para alimentação humana, já foi dada pelo amigo Virgílio e desta poda percebo eu, porque me passaram milhares pelas mãos, o boi de abate entra no dia anterior no matadouro e têm água para beberem durante a noite, no dia do abate é morto com um tiro certeiro, a pistola é encostada à testa do animal para não falhar e como diz o Virgílio é «tiro e queda» logo o animal não sofre, os touros sofrem durante a corrida e durante o tempo até serem abatidos, que pode levar horas, é arrepiante ver o local onde são picados, era tradição a pena de morte em portugal e também foi abolida!

    ResponderEliminar
  4. Todos têm razão
    Cada um seu pensar
    Tenho minha opinião
    Toiro bravo nasceu
    Para com o homem lutar
    Se o toiro é mais forte
    Então porque se deixa matar?
    O toiro na arena
    Cada coisa em seu lugar
    Com respeito a que condena
    Toiro bravo nasceu
    Se o homem poder matar
    Ninguém o toiro condena
    É pena
    Porque será que em Barrancos
    ninguém se manifestar?

    Uma feliz tarde para todos, com ou sem touradas.
    Não se aborreço porque eu também não.
    Eduardo.




    ResponderEliminar
  5. Nunca devemos maltratar o animal! É um absurdo isto.
    Abração.

    ResponderEliminar
  6. Há muita coisa errada por esse mundo fora que continua a existir porque alguém lucra com isso.
    Um bom exemplo disso é a prostituição.
    Há quem seja contra e a favor e continuará assim quer a gente goste ou não.

    ResponderEliminar

CANCIONEIRO DO NIASSA

IMAGENS DO NOSSO CONVÍVIO, EM 08/10/2011.

IMAGENS DO CONVÍVIO REALIZADO DIA 9 DE OUTUBRO DE 2010