sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

MARUJO PORTUGUÊS.



AMÁLIA RODRIGUES. O FADO DO MARUJO PORTUGUÊS.


Hoje, dia 24 de Dezemdro de 2010, vespera de Natal. Pela estima que tenho por todos os  marinheiros. Os que já cumpriram o seu dever, de serviço  militar,  nas fileiras da Armada  Portuguesa,  em  defesa da pátria  e os  que, presentemente, se encontram a cumprí-lo.
Para todos, este video da Amália coloquei no blog. Desejando aos meus amigos marinheiros seguidores do mesmo, principalmente, os que passaram por Metangula. E a todos os marinheiros em geral. Desejando-lhes Feliz Natal, juntos das pessoas que mais amam.


               Quando ele passa
              o marujo Português
           Não anda, passa a bailar
          Como ao sabor das marés.

              E quando se ginga,
          Põe tal jeito, faz tal proa
         Só p'ra que se não distinga
        Se é corpo humano ou canoa.
        
                Chega a Lisboa
          Salta do barco e nun salto
             Vai parar á Madragoa
           Ou então ao Bairro Alto.

                Entra em Alfama
           E faz de Alfama o convés,
       Há sempre um Vasco da Gama
            Num marujo Português.

              Quando ele passa
        Com seu alcache vistoso,
       Traz sempre pedras de sal
             No olhar malicioso,
                Põe com malícia
              A sua boina maruja,
         Mas se inventa uma carícia,
         Não há mulher que lhe fuja.  

                 Uma madeixa
          De cabelo descomposta,
            Pode até ser a fateixa
          De que uma varina gosta.

              Quando ele passa
            O marujo Português,
        Passa o mar numa ameaça
            De carinhosas marés.

3 comentários:

  1. Ai que saudades.
    Não foram tempos nem melhores, nem piores foram tempos daquele tempo.
    Certo que resta a saudade, mas também o proveito que se tirou.
    Era uma fruta apetitosa, que quanto mais se comia mais apetecia.
    Não sei que foi o cozinheiro que a tenperou mas é um petisco apetitoso, então aos 20 30 anos era comer e chorar por mais.
    So de me lembrar que de uma vez em dois meses e meio perdi seis quilos e meio. Anadava esquadinho. Até que!!!
    Conrto depois num dia derstes em outro artigo.
    Como em dia isto de marinheiro é contagiante.
    Um abarço e um óptimo Natal.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado Amigo Eduardo
    Com votos de Feliz Natal
    para o Amigo e Familia

    Um abraço
    Virgilio

    ResponderEliminar
  3. Não sabia da existência deste fado... Lindo!... Um abraço e Boas Entradas!
    Valdemar II

    ResponderEliminar

CANCIONEIRO DO NIASSA

IMAGENS DO NOSSO CONVÍVIO, EM 08/10/2011.

IMAGENS DO CONVÍVIO REALIZADO DIA 9 DE OUTUBRO DE 2010