quinta-feira, 23 de julho de 2015

"BOLETA"

Saudades dela tenho ainda!
queria voltar a ser como já fui
sem dores, nem de aí, nem ui
com toda a força que tinha.

Tempestades enfrentando,
para montanhas desbravar
com saudades recordando
não como herói a confessar.

Caída do ramo da azinheira,
levar com uma boleta na tola
com as mãos na sua farfalheira
quem me dera ainda agora!
(Edumanes)

3 comentários:

  1. Tenho por aqui bolotas, mas são do sobreiro que andam com doença ou bicho que os tem matado.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Edumanes não conheço essa boleta, mais gostaria de conhecer uma,Edumanes abraços.

    ResponderEliminar
  3. Que lindo! estou também te seguido neste seu blog , parabéns pela poesia MARAVILHOSA! beijinhossssssssssss

    ResponderEliminar

CANCIONEIRO DO NIASSA

IMAGENS DO NOSSO CONVÍVIO, EM 08/10/2011.

IMAGENS DO CONVÍVIO REALIZADO DIA 9 DE OUTUBRO DE 2010