sábado, 16 de fevereiro de 2013

"JARDIM DESTRUÍDO!"

Este, país, que já foi considerado
à beira mar, plantado, um jardim
tristemente, afugentado
de abandono sem fim...

Verdes paisagens coloridas
Sem o tratamento aduquado
já não têm plantas floridas
está caído num fundo charco!

Não se consegue ver livre delas
luta de noite e de dia
 tantas coisas no mundo belas
muita gente, vive, sem alegria!

Andam por aí à vontade
fazem tudo a seu bem querer
cravos vermelhos, de qualidade
Este jardim, mais não os ter!...

5 comentários:

  1. Não fales muito alto em cravos que ainda te aplicam algum imposto, essas flores andam atravessadas em muitas gargantas há muitos anos, e cá para mim ainda vamos ter de pagar um imposto extra se formos apanhados com algum cravo em especial se for na lapela do casaco.
    Um abraço
    Virgilio

    ResponderEliminar
  2. Portugal é um jardim
    Onde já não há flores
    Mas há impostos sem fim
    E políticos estupores!

    ResponderEliminar
  3. O vandalismo destruidor do nosso jardim, anda a monte e ninguém lhes quer apertar o cerco porque têm o rabo preso!
    Gostei do poema do nosso poeta "Tintinaine!
    Agora são cravos que andam por aí no cravanço amigo Virgílio!
    Assaltos à mão desarmada e de gravata ao pescoço e que vontade eu tenho de lha puxar com toda a força que me resta!

    ResponderEliminar
  4. Acertaste em cheio
    Te dou vinte valores
    O pior ainda não veio
    Falam falsos doutores!

    ResponderEliminar
  5. Portugal foi e sempre será um jardim mas só para alguns.
    Nós é que criamos a ilusão de que o jardim seria para todos depois da revolução dos cravos. Pobres de nós. Fomos tão ingénuos que acreditamos que ia ser verdade. E a maioria hoje está velha e cansada, já sem forças para a luta.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar

CANCIONEIRO DO NIASSA

IMAGENS DO NOSSO CONVÍVIO, EM 08/10/2011.

IMAGENS DO CONVÍVIO REALIZADO DIA 9 DE OUTUBRO DE 2010