sábado, 28 de janeiro de 2012

PASSO EM FALSO

Que Cavaco Silva escolha queixar-se dos 10 mil euros da sua reforma neste momento é dos tropeções de estratégia politica mais penosos dos últimos tempos.
O Presidente da República intriga-me. É sempre bom não esquecer que durante mais de dez anos foi Cavaco Silva o timoneiro. Eram os tempos em que parecia que uma qualquer entidade europeia tinha engraçado com os nossos lindos olhos e resolvera inundar-nos de dinheiro. Mas foi o que se vê. Oportunidades perdidas, dinheiro esbanjado, dívidas acumuladas. Em grande parte deste período, estava lá Cavaco Silva. Em todo este cenário, dramático e previsível, Cavaco desde há muito que finge não ter nada a ver com o assunto. Depois, ainda assim, e ainda que raramente, decide falar. Para nos esfregar na cara lições de moralidade, e os incontáveis avisos.
Não percebo, pois, qual foi a necessidade de abolir os silêncios e variar nos avisos, para se queixar aos compatriotas da miséria das suas reformas. Que agora, logo agora, que o País começa finalmente a sentir na pele os efeitos reais de dificuldades sem precedentes. É dos tropeções de estratégia politica mais penosos dos últimos tempos.
Autor: Rodrigo Guedes de Carvalho.

3 comentários:

  1. Oi amado...
    Vim lhe desejar um sábado abençoado!
    Abraços...Aninha :D

    ResponderEliminar
  2. Parabéns, Rodrigo Guedes de Carvalho, a história de quem nos meteu a cabeça debaixo de água, não pode ser esquecida!
    Um bom fim de semana amigo Eduardo

    ResponderEliminar
  3. São raros os Jornalistas que se abalançam a fazer comentários Políticos, (não vá o patrão não gostar e correr com ele) mas este já nos habitou aos seus, que por norma são de grande lucidez, como este desta mensagem.
    Um abraço
    Virgílio

    ResponderEliminar

CANCIONEIRO DO NIASSA

IMAGENS DO NOSSO CONVÍVIO, EM 08/10/2011.

IMAGENS DO CONVÍVIO REALIZADO DIA 9 DE OUTUBRO DE 2010