quinta-feira, 30 de abril de 2015

"AZINHEIRA"

(Imagem Google)
Os que mais têm dizem mal!
tudo querem de outros gamar
hoje vive-se melhor em Portugal
do que no tempo de Salazar.

Quem quiser pode contrariar,
para o fazer tem toda a liberdade
também não precisa de assinar
se o fizer na clandestinidade!

Não é nenhuma mentira,
 por não ser nenhum segredo
quem não quiser não acredita
o que penso e o que escrevo.

Vá perguntar aquela azinheira!
quem quiser souber a sua idade
seja muito feliz à sua maneira
tenha de tudo à sua vontade!

Continuam em liberdade,
porque a justiça não funciona
estão semeando a tempestade
para colherem a bonança!
(Edumanes)

5 comentários:

  1. Se a azinheira souber responder
    Pergunta-lhe em quem votar
    Isso é o que quero saber
    Que a hora está quase a chegar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se a azinheira falasse,
      pedia namoro ao sobreiro
      porque, se o galo ladrasse
      não cantava no poleiro!

      Eliminar
  2. Olá Eduardo! Como sempre, oferta-nos mais um belo poema. Só que, sobre o tema, prefiro não comentar. Rsrs.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderEliminar
  3. Bom dia, poeta rimador!!!
    Nesse assunto eu não entendo...só sei poetizar...beijos.
    Tua mana
    veraportella

    ResponderEliminar

CANCIONEIRO DO NIASSA

IMAGENS DO NOSSO CONVÍVIO, EM 08/10/2011.

IMAGENS DO CONVÍVIO REALIZADO DIA 9 DE OUTUBRO DE 2010