quinta-feira, 25 de setembro de 2014

"GRANDALHÃO"

 Sejam ou não da maioria!
 os deputados no parlamento
 as greves, são o prato do dia
  no país do descontentamento.

Não são precisos berços  d'oiro,
chega a manjedoura cheia de razão
para a boa alimentação do povo
batatas, carne suficiente e pão.

 Para que serve um carrão,
se um carrinho é suficiente
 além de causar menos poluição
  também incomoda menos gente.

 O povo deixará de ter razão,
quando sem ela faz beicinho
quem tiver o pé grandalhão
não lhe serve o sapatinho!
(Eduardo Maria Nunes)

6 comentários:

  1. Não deixas de ter razão
    Meu amigo de Santa Iria
    Ao contrário enfiaram o sapatão
    Descalçá-lo ninguém conseguiria.

    Um abração o Querido te envia.

    ResponderEliminar
  2. Tu escreveste a palavra razão
    Talvez ração fosse mais certo
    Mas quem escreve com o coração
    Tem a razão sempre por perto!

    ResponderEliminar
  3. Concelho de Vila Franca de Xira,
    com o pensamento no Alentejo
    Moro aqui na Póvoa de Santa Iria
    de olhos postos no Rio Tejo!

    Ainda, pensei nisso,
    mas tive que alterar
    a palavra, ração para razão
    por que não faz sentido
    nem se devem contrariar
    as vontades do coração!

    ResponderEliminar
  4. Eles não nos ouvem
    A moral não conhecem
    Boas maneiras desconhecem
    Mas afinal para que servem?

    ResponderEliminar
  5. Deputados, deportados,
    Era acto de louvar.
    Seriam acautelados
    Os bens e os ordenados
    Dos que querem trabalhar
    E que morrem aos bocados,
    Ou terão de ir roubar...



    Abraços



    SOL

    ResponderEliminar
  6. O descontentamento hoje é geral, meu caro poeta.Por aqui não é diferente. Estamos às vésperas das eleições e percebemos que a coisa vai ficar na mesma já que a "massa pobre" insiste confirmar a que ora governa. é triste!
    Abração.

    ResponderEliminar

CANCIONEIRO DO NIASSA

IMAGENS DO NOSSO CONVÍVIO, EM 08/10/2011.

IMAGENS DO CONVÍVIO REALIZADO DIA 9 DE OUTUBRO DE 2010