terça-feira, 9 de abril de 2013

"MALDITO BURACO!"

A esta parte, há mais de dois anos
De outra coisa, não se tem ouvido falar
De medidas de austeridade e enganos
Para onde o governo nos continua a empurrar
Liga o televisor, muda de canal
Mas todos falam da mesma coisa
Nos jornais são as notícias
Da presença da Tróika em Portugal
Há mais de dois anos, todos os dias
Continuam a sujar cada vez mais a loiça
Política suja, de continuação
De ideias surgidas por gente louca
Para destruírem esta Nação
Depois de tantos erros cometidos
Continua a teimar ser o único com razão
Quando tomou posse encontrou um buraco
 Continuou a cavar, hoje tem um buracão!

5 comentários:

  1. Obrigada; uma excelente.
    Um grande abraço!

    ResponderEliminar
  2. Estou a ver na TVI24 a repetição duma declaração do Presidente Cavaco da semana passada em que, de crista levantada como qualquer pavão que se presa, dizia num esgar que terá julgado ser um sorriso, que o Governo tem todas as condições para governar pois ainda está no meio da Legislatura, ora com um Presidente destes está-se mesmo a ver que temos os nossos problemas resolvidos rapidamente.
    Um abraço
    Virgílio

    ResponderEliminar
  3. Muito bem amigo Eduardo, estás cada vez mais perfeito, em poesia e em política, continua estou a gostar, mas dá-lhe com mais força até te ouvirem! O meu abraço

    ResponderEliminar
  4. Apolítica parece igual em todos os lugares.

    ResponderEliminar
  5. Parece que estes iluminados
    Ainda pensam ter razão
    Como se tal não bastasse
    Vão ditando austeridade.

    ResponderEliminar

CANCIONEIRO DO NIASSA

IMAGENS DO NOSSO CONVÍVIO, EM 08/10/2011.

IMAGENS DO CONVÍVIO REALIZADO DIA 9 DE OUTUBRO DE 2010