sábado, 3 de novembro de 2012

" SEM DATA DE CHEGADA!"

 Governação errante
 Aprendiz numa aventura
aos sete ventos a berrante
Livrai-nos da triste desventura

 Fogueira abandonada
 Depois de toda a lenha ardida
Sem data de chegada
Daquela triste despedida.

Oh! medonho hospício 
Que triste a nossa sorte
Mão cheia de sacrifício
Sem poder fugir da morte!

4 comentários:

  1. Eu já me contentava saber, que a partida era já para a semana e com a Tróika a bordo, antes da explosão!
    O meu abraço

    ResponderEliminar
  2. Escapastes da guerra, mas desta não escapas, os gajos não se vão daqui embora enquanto não nos tirarem apele.
    Um abraço
    Virgilio

    ResponderEliminar
  3. Eduardo, nosso grande amigo
    Não pode com o Passos Coelho
    Nosso Portugal está em perigo
    C'a troika a meter o bedelho

    Continua Eduardo e bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  4. Ouve bem Tintinaine
    Do Coelho não gosto não
    Com voz de arrogante
    Aos pobres tirando o pão!

    Muito menos do Gaspar
    Nem do Portas cínico
    Todos vieram para roubar
    Mandando apertar o cinto!



    ResponderEliminar

CANCIONEIRO DO NIASSA

IMAGENS DO NOSSO CONVÍVIO, EM 08/10/2011.

IMAGENS DO CONVÍVIO REALIZADO DIA 9 DE OUTUBRO DE 2010