quinta-feira, 1 de novembro de 2012

"NUVEM NEGRA!"

Faz hoje anos, longe daqui
vi o Sol a brilhar
de repente desapareceu
fiquei nuvem negra a olhar
cujo, o sol atrás dela escondeu
Eu vi.
Dessa nuvem, água a cair no chão
meu corpo molhado senti
com a minha mala de cartão
Eu vi.
O Navio Pátria, encostado
ao porto de Nacala-Moçambique
de onde, antes, tinha desebarcado
Eu vi.
Com a minha mala na mão
longe daqui!

6 comentários:

  1. Coincidência, também eu cheguei a Moçambique no mês de Novembro.
    Fui pelo ar, atravessei todo o continente africano de Luanda até à Beira e finalmente fui despejado em Lourenço Marques, por volta do dia 20 (a data exacta não me lembro).
    Faz amanhã 50 anos que parti do aeroporto de Figo Maduro, numa manhã fria e chuvosa (disso ainda me lembro).

    ResponderEliminar
  2. O Eduardo e o Tintinaine ainda cá estão para nos contar como foi, infelizmente muitos por lá ficaram abandonados, enquanto vivos o Estado pagou-lhes a viagem de ida, já mortos não tiveram direito a esse «grande privilégio» que era serem enterrados na sua Terra, é nestas ocasiões que me recordo mais de Salazar e Caetano, que alguns ainda suspiram pelo seu regresso, que aproveitem este dia dedicado aos mortos, e rezem-lhes umas orações, acompanhadas dumas penitências pelo mal que causaram á Juventude nossa contemporânea.
    Um abraço
    Virgilio

    ResponderEliminar
  3. É muito boa essas recordações, principalmente, quando elas são positivas.
    Abração.

    ResponderEliminar
  4. Esta é uma experiência inesquecível!
    Imagino quantas histórias vocês todos trazem guardadas com vocês para contar aos amigos e conhecidos...

    Um grande abraço!

    ResponderEliminar
  5. História maravilhosa,é sempre bom lembra-mos de coisas boas em nossa vida, Eduardo beijos.

    ResponderEliminar
  6. Olá padrinho Eduardo, como vai?
    Espero que se encontre bem de saúde, pois a minha já vai fraquejando e é esse o motivo que me levou a ficar distante dos blogues! O problema de depressão que me deixou sem vontade para nada.
    Ao entrar, para saber do padrinho, encontrei este encantador poema, pois só que passou por esses momentos é que tem capacidade de escrever um poema como este!

    Um grande abraço, boa saúde e continue assim com essa garra!

    ResponderEliminar

CANCIONEIRO DO NIASSA

IMAGENS DO NOSSO CONVÍVIO, EM 08/10/2011.

IMAGENS DO CONVÍVIO REALIZADO DIA 9 DE OUTUBRO DE 2010