terça-feira, 9 de outubro de 2012

"AO SOLDADO RECRUTA!"

Ó soldado que és recruta
Não sejas apalermado
Mas não te armes em esperto
Que podes ser castigado.

Quando toca a alvorada
Levanta-te e põe-te a pau
Não faltes senão é mau
Quando houver qualquer chamada
Entre tanto na parada
Vai formar logo a minuta
Faz por ter boa conduta
E não saias fora da linha
Respeita quem te examina
Ó soldado que és recruta.

Em saindo a passear
Não te faças paspalhão
Levanta os pés do chão
E põe-te no teu lugar
Quem ao pé de ti passar
Dirá que és bom soldado
Mostra que és bem educado
Que nesta vida tudo é pouco
Não te armes em baboco
Nem sejas apalermado.

Quando estiveres de faxina
Comparece sempre a horas
E vê senão te demoras
Tempo demais na cantina
Respeita a disciplina
Senão tens castigo certo
Quando saíres encoberto
Não desacertes o passo
Mostra sempre que és vivaço
Mas nunca te armes em esperto.

Deves cumprir prontamente
As ordens do superiores
Quando para a instrução fores
Vai logo formar à frente
Seja Aspirante ou Tenente
Seja Cabo ou Arvorado
Tem que ser bem respeitado
É esse o nosso dever
E não faltes ao recolher
Que podes ser castigado.
(Quartel em Vila Cabral, 12.11.63)
(1º. Cabo nº. 1923/63)
(José Torrado Bergano)

8 comentários:

  1. Olá Eduardo!
    Quero fazer-te uma pergunta.
    O José Bergano está emigrado na Alemanha?
    Digo isto porque ele ontem fez um comentário em alemão e escreveu uma palavra que só é possível escrever com um teclado alemão.
    Se estes versos foram escritos por ele, está-me cá um poeta de respeito!

    ResponderEliminar
  2. Cada vez fico mais encantada com teus poemas e comentários...


    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar
  3. Em Vila Cabral foram escritos
    Viajaram no Paquete Vera Cruz
    Dentro de uma mala adormecidos
    sem luz
    Na Alemanha encontrados
    Coisas do Bergano
    Páis onde está emigrado
    Para Portugal recambiados
    Poeta calado
    Para não ouvir disparates
    De manhã se levanta e para a horta
    Sachar os tomates
    E os olhas também
    Para por na açorda
    Quem vergonha não tem
    O que é dos outros rouba.
    Não escondas teu talento
    Mostra do que és capaz
    Vou pedir ao parlamento
    Que nos deixe viver em paz.

    ResponderEliminar
  4. Nós somos um país de poetas!
    Luís Vaz de Camões, não poderá ser esquecido, assim como tantos outros.
    O meu abraço

    ResponderEliminar
  5. Meu querido Padrinho.
    O Antonio tem razão realmente Portugal é um Pais de poetas.
    Sem duvidas temos grandes nome no Brasil também.
    Na verdade Portugal é um Pais que lê
    aqui no Brasil pouco se lê falta do Governo deve rever planos de incentivo à leitura .
    Quase todos amigos(as)de Portugal são poetas acho isso incrivelmente maravilhoso.
    Padrinho tenho andado um pouco sumida devido a alguns exames e para completar meu esposo também esta doente .
    Tem mais..meu filho amado se casa daqui a 3 semanas estou um pouco triste também apesar de ter que entender um dia também deixei meus pais.
    Padrinho vc não disse quem vc encontrou ai em Portugal .
    Beijos da sua afilhada que profundo carinho tem por você ,Evanir.

    ResponderEliminar
  6. Não tenho grandes dotes para Poeta, o Eduardo é que me anda a meter nesta trabalhera e vou ter que passar a cobrar direitos de Autor, aplicando a Lei do País onde vivo, paga-se impostos para tudo e por tudo. O teclado como não podia deixar de ser é Alemão, mas com ele escrevo tambem o Português.
    Aprecio muito os vossos Bloges por onde passo todos ou quase todos os dias, mas não gosto muito de fazer comentários.
    Saude da boa, e um abrço.
    Bergano

    ResponderEliminar
  7. Ao passares diz bom dia
    Marcando assim a tua presença
    Deixas também tua poesia
    Como visita de referência!

    Não te esqueças faz assim
    Todo o comentário tem valor
    Ao passares pelo jardim
    Leva contigo uma flor!

    Vai perfumar o teu amor
    Que te faz companhia
    No perfume dessa flor
    Trazer amor, paz e alegria!

    Um abraço para ti, amigo
    José Bergano.

    ResponderEliminar
  8. Os versos estão muito bem, a disciplina Militarista que eles fazem referência é que não assentavam lá muito bem na minha Pessoa, que foi um pouco indisciplinado, mas só um pouco.
    Um abraço
    Virgilio

    ResponderEliminar

CANCIONEIRO DO NIASSA

IMAGENS DO NOSSO CONVÍVIO, EM 08/10/2011.

IMAGENS DO CONVÍVIO REALIZADO DIA 9 DE OUTUBRO DE 2010