domingo, 4 de dezembro de 2011

NO PAÍS, CUJO GOVERNO NÃO SABE FAZER CONTAS DE DIVIDIR!

Não há margens nem folgas
Almofadas também não
Não temos governo nem normas
Sem sorte, temos mais que um aldrabão
Por falta de inteligência
Sem vontade e arrogante
Requintado lá na presidência
Julga-se um bom falante
Por não ter competência
Os problemas da nação resolver
Veio do lixo para a governação
Antes da lição aprender
Um professor sem saber
Seus alunos, a lição ensinar
Quem não sabe contas de dividir fazer
Falta-lhes sabedoria para um país governar.

2 comentários:

  1. Olá. amigo, que tenhas uma boa tarde, espero.
    Li e gostei do teu texto poético;
    "veio do lixo para a governação, antes de aprender a lição"...enfim, só muda o endereço, pois Eles são todos iguais, eu penso assim.
    Estão no "Poder e isso basta pra que roubem o povo trabalhador.
    Beijinhos, uma semana de muita paz e alegrias* *
    Mery*

    ResponderEliminar
  2. Querido Padrinho.
    Com infinita saudades venho te deixar meu carinho.
    E agradecer todo seu carinho comigo.
    Fico tão feliz quando entro no meu blog e vejo seu doce poetar.
    Me traz uma paz imensa sinto quanto é profunda e verdadeiras suas palavras.
    Eu te agradeço por tudo existe momentos que estamos meio sem rumo as palavras faz tão bem a nossa alma.
    Uma linda semana.
    Bjs da afilhada que te ama de todo coração.
    Evanir

    ResponderEliminar

CANCIONEIRO DO NIASSA

IMAGENS DO NOSSO CONVÍVIO, EM 08/10/2011.

IMAGENS DO CONVÍVIO REALIZADO DIA 9 DE OUTUBRO DE 2010