domingo, 7 de agosto de 2011

CHATICE

Que chatice senhor Coelho!
Na toca é o seu lugar?
Porque veio meter bodelho
Para mais pobreza causar
Sua política não convence
 Sociedade vai desigualar
Quem trabalha emagrece
Para seus comparsas engordar
Com esperteza soube usar
A já conhecida palavra crise
Para o anterior derrubar
Senhor please
Sempre os mesmos vão pagar
Ficam os senhores a sorrir
E as crianças a chorar
Com a promessa de não explorar
Mas depressa se esqueceu
Cinquenta por cento vai tirar
Em nome de um acordo
Que com arte e manha
Para ficar mais gordo
Com sua política estranha

5 comentários:

  1. Infelizmente essa é a realidade com a qual temos que conviver.

    Um grande beijo em seu coração Eduardo e um lindo início de semana para você!

    Verinha

    ResponderEliminar
  2. Com que então o Coelho saiu da toca
    Para nos lixar a porca da vida
    Está a tirar-nos o pão da boca
    E deixar-nos com falta de comida!

    Bons versos Eduardo!
    Que tenhas uma boa semana!

    ResponderEliminar
  3. Uma realidade infeliz e sem fim de nossas vidas meu amigo...abraços fraternos de boa semana pra ti.

    ResponderEliminar
  4. Eduardo sempre a bombar, deitas tudo cá p´ra fora o que aprendeste no Cobué, viveste num convento, não seria de esperar outra coisa!

    ResponderEliminar
  5. Amigo Eduardo, é sempre bom visitá-lo para poder ler estes magníficos versos.

    É mesmo uma chatice esta política que nos arrasta para a miséria.

    Um abraço.

    ResponderEliminar

CANCIONEIRO DO NIASSA

IMAGENS DO NOSSO CONVÍVIO, EM 08/10/2011.

IMAGENS DO CONVÍVIO REALIZADO DIA 9 DE OUTUBRO DE 2010