quarta-feira, 13 de julho de 2011

A PULGA "NÓMADA".

                   O Artur  me  deu o mote
                    Para quadras escrever
                Da pulga que saiu do bigote
     Para na cuequinha da garota se esconder
                 Mas, uma língua "atrevida"?
                           A foi perturbar
                    Mas,  o bigote interveio
                      E consigo a foi levar
                      A pulga descontente
              No rabo de um boi se protegeu
              Uma vaca gulosa,  o foi lamber
                         E a pulga engoliu
                     A vaca estava prenha
                  Sua cria  prestes a nascer
                      Quando a vaca pariu
                        A pulga apareceu
                         Ao parto assistiu
        Sem que, antes contasse, tudo o que viu
                    Coitada da pulga morreu.

8 comentários:

  1. Mas que pulga mais estranha, só gostava de andar por lugares impróprios.
    Uma braço
    Virgílio

    ResponderEliminar
  2. kkkkkk!!! Essa pulga teve foi historia para contar antes de morrer.rsrsrs muito show..vlwlww

    ResponderEliminar
  3. Não deixa eu tentar entender?!
    Voce vai casar hoje^!!?ou tem a ver com a pulga?!?!?outra coisa brother,quando for la comenta o post primeiro depois responde..vlwlwl!

    ResponderEliminar
  4. Olá meu padrinho!
    Já estou voltando aos blogues. Minha mãe já se recuperou do apagamento que teve em seu cérbro, não na totalidade, mas diria 90%. Tive de abandonar o computador, principalmente os blogues e meus seguidores pois não me sentia concentrado só pensando na mamãe.
    Mais um vez, adorei o seu texto que lindissimo e vou ler as postagens anteriores.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  5. Está-me a dar comichão
    Ao falar deste bixinho
    Tenho de coçar o co...
    Ai o meu rico corpinho

    ResponderEliminar
  6. Que pulga danada essa,,,rs,,rs,,sempre inquieta...abraços meu amigo e um belo dia pra ti.

    ResponderEliminar
  7. Padrinho essa pulga é bem xereta rsrs.
    Hoje depois de ler com muita atenção
    um texto de uma amiga muito querida .Uma novidade acordei para realidade
    estava sento até chata com minhas murmurações.
    Creio meu parinho acordei pra vida hoje até teclando estou com alguma dificuldade mais estou conseguindo fazer tudo que já julgava impossivel.

    Levantei -me cedo como de costume mais com novo destino fui anadar na praia ver o nascer do sol pior ñ tinha Sol.
    Mesmo assim nunca vi tanta beleza no mar como vi hoje.
    Quanto tempo já não fazia isso a vida linda passando lá fora eu presa na minha estupides em achar tudo impossivel .
    Hoje estou feliz tudo que tiver de ser sera .Um beijo no seu coração amado beijos da sua feliz afilhada,Evanir.

    ResponderEliminar
  8. Este poema é dedicad a Evanir,
    Você foi nadar,
    Para ver o Sol nascer
    Quando foi mergulho dar
    Fez beleza aparecer
    LOUCO OU POETA
    Sou louco e não poeta,
    Não sei, mas, vivo a sonhar
    A caminhar, numa longa reta
    Na praia da Ilha de Luanda, que me dera lá mergulhar.

    Um bjo

    ResponderEliminar

CANCIONEIRO DO NIASSA

IMAGENS DO NOSSO CONVÍVIO, EM 08/10/2011.

IMAGENS DO CONVÍVIO REALIZADO DIA 9 DE OUTUBRO DE 2010